Olá, bom dia! Hoje é sábado, 24 de junho de 2017
www.itaqui.rs.gov.br

Notícias

05/08/2014 | Terça-feira | 09h05

Prefeito Gil participa de mais uma reunião técnica da Sala de Situação das Chuvas do Governo do Estado

Prefeitos da Fronteira Oeste cobraram agilidade na liberação dos recursos

Por Juliano Barbosa

imprensa@itaqui.rs.gov.br

Na primeira fileira, da esq. para a dir.: prefeitos Farelo Almeida, Roque Montagner, Luiz Henrique Antonello, Gil Marques Filho e Carlos Cardinal

Na primeira fileira, da esq. para a dir.: prefeitos Farelo Almeida, Roque Montagner, Luiz Henrique Antonello, Gil Marques Filho e Carlos Cardinal
Foto: Juliano Barbosa

Nesta segunda-feira, 4, no Salão Nobre da Prefeitura de Uruguaiana, o Governo do Estado realizou mais uma reunião técnica da Sala de Situação das Chuvas com os municípios da Fronteira Oeste atingidos pela cheia do Rio Uruguai no final de junho e início de julho.

O encontro tratou da utilização dos recursos oriundos do Governo Federal, garantidos após publicação de decreto estadual reconhecendo a situação de emergência nos municípios gaúchos, e também após a elaboração de um único Plano Estadual que reuniu os mais de 140 Planos de Resposta dos municípios que sofreram com as chuvas durante o referido período.

Dos recursos garantidos pela União, R$ 11.104.076,85 são para ações de resposta e restabelecimento dos serviços essenciais. O valor que completa os R$ 14 milhões anunciados pelo Ministério da Integração Nacional é de cerca de R$ 3 milhões, e será destinado ao Aluguel Social, recurso assistencial que garantirá moradia às famílias desabrigadas.

O prefeito Gil Marques Filho, que marcou presença na reunião, assim como o coordenador da Defesa Civil de Itaqui, Marcos dos Santos, e o secretário substituto da Secretaria Municipal de Relações Comunitárias, Defesa Social e Cidadania, Rafael Veiga, solicitou à presidenta Dilma Rousseff, quando da sua visita a Uruguaiana, a aquisição de 250 casas volantes. Como o Ministério da Integração Nacional não reconhece esse tipo de moradia, Itaqui também será contemplado com Aluguel Social para a quantia (250) requisitada pelo prefeito, em um total de R$ 500,00 por residência.

De acordo com a Defesa Civil do Estado, os recursos já estão disponíveis para a utilização, contudo, não serão depositados em conta corrente dos municípios, que contratarão os serviços e comprarão materiais conforme o Plano de Resposta Emergencial. O pagamento será feito pelas regionais da Defesa Civil, através do Cartão de Defesa Civil.

Mas a reunião foi marcada por cobrança ao Governo do Estado. Dos municípios representados (Itaqui, Uruguaiana, São Borja, Alegrete, São Gabriel, Garruchos e Rosário do Sul), apenas a vice-prefeita de Alegrete, Preta Mulazzani, e o prefeito anfitrião, Luiz Augusto Schneider, adotaram um tom mais ameno em seus discursos. Já os prefeitos Gil, Farelo Almeida (São Borja), que inclusive disse que seria a última reunião da qual participaria, Roque Montagner (São Gabriel), Carlos Cardinal (Garruchos) e Luiz Henrique Antonello (Rosário do Sul) pediram agilidade na liberação dos recursos, além de maior controle e fiscalização na gestão das barragens.

– Somos cobrados pela população toda vez que saímos de Itaqui para participar dessas reuniões. Precisamos dar uma resposta para a nossa comunidade – reclamou o prefeito Gil.

Após o período emergencial, será elaborado, com a participação dos municípios, o Plano Estadual de Prevenção às Cheias.

Já os outros R$ 40 milhões anunciados pelo Governo Federal serão utilizados na reconstrução das cidades atingidas. O pagamento ocorrerá no mesmo sistema, através do Cartão de Defesa Civil.

Imagens Relacionadas
  •        
  •        

Tamanho da letra:

  • Acesso a Informação
  • NFS-e
  • Webmail
  • Portal da Transparência
  • Prefeitura On-line
  • Licitações
  • Ouvidoria
  • Contas Públicas
  • Faps
  • Plano Diretor
  • PPA 2010/2013
  • PPA 2010/2013