Olá, bom dia! Hoje é quarta-feira, 17 de outubro de 2018
www.itaqui.rs.gov.br

Notícias

25/05/2018 | Sexta-feira | 08h51

Prefeitura de Itaqui mantém expediente normal

Frota sofre racionamento de combustivel, exceto na saúde

Por Rodimar Ferreira

Ascom

As prefeituras gaúchas devem paralisar, nesta sexta-feira (25/5) todos os equipamentos e serviços que utilizam combustíveis, exceto na área da saúde. A decisão foi tomada com base em pesquisa realizada pela Famurs junto aos prefeitos. Dos 497 municípios, 373 anunciaram que devem aderir à paralisação. A orientação da Famurs é que os municípios façam uma paralisação por um dia considerando os preços abusivos praticados, o corte do repasse da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico Combustíveis aos municípios e em apoio aos caminhoneiros, que estão de greve. Segundo o presidente da Famurs e prefeito de Rio dos Índios, Salmo Dias de Oliveira, a paralisação tem origem na manifestação dos prefeitos. "Por decisão da ampla maioria dos prefeitos, todo o transporte que utiliza combustível, exceto saúde, vai paralisar nos municípios amanhã. Com o aumento dos combustíveis, os serviços das prefeituras irão encarecer e os municípios não têm como arcar com esse custo. O combustível é o insumo mais utilizado nos municípios", afirma.

A Famurs consultou os municípios e com base na confirmação de 75% dos gestores, orientou que seja feita a interrupção dos serviços. "Fizemos ligações para todos os prefeitos (23/5) e ouvimos a maioria. Cada município tem autonomia para aderir ou não a manifestação, mas a orientação da Famurs é que se paralisem os serviços", afirma Salmo. O presidente da Federação ainda alerta que o corte da Cide irá impactar nos municípios que já enfrentam uma grave crise financeira, protestos dos caminhoneiros e desabastecimento. "O aumento no preço dos combustíveis e a desoneração da Cide, diminuindo o que é repassado aos municípios, irá afetar a economia dos entes que já recebem menos recursos", disse.

A assessoria jurídica da Famurs elaborou uma minuta que pode ser utilizada como embasamento para decretar a anuência à proposta da Famurs. Cada município deve fazer a adequação conforme suas particularidades. A Prefeitura de Itaqui mantém suas atividades normais, porém, com racionamento de combustível sugerido pela Famurs.

Últimas notícias

Tamanho da letra:

  • Acesso a Informação
  • NFS-e
  • Webmail
  • Portal da Transparência
  • Portal do servidor
  • Prefeitura On-line
  • Diário Oficial Eletrônico
  • Licitações
  • Ouvidoria
  • Contas Públicas
  • Faps
  • Plano Diretor